Make your own free website on Tripod.com


 

As mulheres de Vila Bela da Santíssima Trindade não participam da coreografia da Dança do Congo, mas reúnem-se para dançar o Chorado, após suas obrigações com a cozinha - cabe a elas preparar as refeições servidas nas festanças em que todos os presentes têm comida da melhor qualidade, à vontade.

O Chorado é dançado e cantado animadamente, com grande domínio de movimentos, letras e melodias, ao ritmo que as mulheres mais competentes na percussão executam, batendo numa mesa, banco ou tambor.




Compreende, ainda, um jogo bastante interessante e divertido: quando uma das mulheres, dançando sutilmente, aproxima-se de um dos homens presentes e amarra um lenço em seu pescoço, ele deve doar uma bebida ao grupo, cuja garrafa será colocada no centro da roda e então uma das dançarinas deverá pegá-la e dançar com ela solta sobre a cabeça, mostrando suas habilidades, equilíbrio e graça, principalmente ao patrocinador dessa bebida.

As músicas desta dança retratam a vida cotidiana das pessoas, os seus amores e a natureza.

"Bem-te-vi bateu asa Bateu asa e voou
Quando tu for embora
Dá lembrança a meu amor."

"Eu vou embora
Eu não volto mais aqui
Eu vou morar na mata
Onde canta o juruti."


© Copyright: Centro de Processamento de Dados do Estado de Mato Grosso