Make your own free website on Tripod.com


 

Os remanescentes das Festas Juninas em Mato Grosso encontrados com maior freqüência são as comemorações de: Santo Antônio, São João e São Pedro, ocorrendo, respectivamente, nas seguintes datas: 13, 22 e 29 de junho, tendo ampla repercussão no Estado.

São realizadas, seguindo praticamente a mesma tradição: danças, jogos, representações, doces, salgados, refeições preparadas de acordo com a cultura mantenedora dessa tradição. Os bolos, doces e almoços são, muitas vezes, feitos artesanalmente, em fogão à lenha.

As fogueiras também são representativas nessa época, servindo de esteio para assar banana da terra, batata doce e mandioca na brasa. A bebida que sobressai é o quentão, feito de cachaça, gengibre e tempero; os ingredientes são levados ao fogo e a bebida é servida bem quente. Os espaços onde se realizam as festas são antecipadamente enfeitados com bandeirolas e flâmulas coloridas. A música que anima o ambiente é um tipo de forró ou rasqueado.


Festa de Santo Antonio: é realizada em 13 de junho. A tradição conta que é um santo "casamenteiro" e, por esse motivo, lhe são atribuídos muitos pedidos e promessas. A procissão segue com o Rei e a Rainha da festa carregando o andor do santo, podendo revezar com os demais festeiros: Juiz e Juíza. O Alferes da Bandeira carrega a bandeira com a ilustração do santo e seus símbolos, sempre ligados a significados sagrados. Há o levantamento do mastro com a bandeira ao alto, nas cores que representam o santo que está sendo celebrado. O mastro só deverá ser retirado após encerrada a festa e findada a promessa do festeiro.


Festa de São João: A história desse santo narra a passagem bíblica em que Jesus encontra João, é batizado por ele, batizando-o em seguida, no Rio Jordão. Essa festa, como muitas outras, é realizada por festeiros "promesseiros", sendo que alguns deles têm o nome do santo e prestam-lhe homenagens todo os anos, elegendo ainda: Rei, Rainha, etc, para fortalecimento da festa. A Festa segue com procissão, levantamento do mastro, lavagem do santo (que pode acontecer num rio, poço ou tanque) e cantigas entoadas por cururueiros e rezadeiras em devoção, como nessa música:


"Deus te salve João Batista Sagrado
O teu nascimento nos tem alegrado.
João batiza Cristo, Cristo batiza João
Ambos foram batizados no Rio Jordão.
Se São João soubesse que hoje é seu dia
Descia do Céu à Terra para ver nossa alegria."

Festa de São Pedro: caracteriza-se como as outras duas Festas Juninas descritas acima, podendo ocorrer ainda procissões fluviais. É também um santo considerado "milagroso", o que faz com que lhe dediquem promessas, mantendo a tradição de sua festa sagrada e animada.

© Copyright: Centro de Processamento de Dados do Estado de Mato Grosso